Cerco de Jericó começa dia 08 de maio


A tradição começou na Polônia, quando, para obter uma vitória certa, alguns piedosos poloneses organizaram em seu país aquilo a que chamaram de Cerco de Jericó.

O objetivo das orações era permitir que o Santo Padre, na época João Paulo II, hoje santo, pudesse visitar a sua pátria, após ser eleito ao pontificado. Na última semana da campanha de oração, o Vaticano confirmou a visita do papa ao seu país natal, após ter o visto negado uma vez.

O Cerco de Jericó consiste num incessante "assalto" de rosários, durante 7 dias e 6 noites, rezados diante do Santíssimo Sacramento exposto.

No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o rio Jordão, com todo o povo, e tomasse posse da Terra Prometida. Ora, a cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas.

Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante 6 dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No 7º dia deram 7 voltas. Durante a 7ª volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram.

O Cerco de Jericó pode ser rezado individualmente, na sua oração pessoal, durante 7 dias, se possível diante do Santíssimo Sacramento; em casa; ou ainda em comunidade; tal como em Grupos de Oração, onde se mantêm as 7 semanas de oração de batalha para derrubar as barreiras:

rompendo muralhas de problemas na justiça;

quebrando barreiras nos relacionamentos e na vida afetiva;

rompendo muralhas na vida financeira;

quebrando muralhas no trabalho e no estudo;

rompendo barreiras nas gerações de antepassados;

rompendo barreiras na saúde, acidentes e assaltos;

rompendo barreiras espirituais.

O Cerco de Jericó foi adaptado, mantendo-se as 7 semanas, baseado na passagem de Josué, com orações específicas, salmos, leituras de passagens bíblicas e orações de autoridade e de renúncia às coisas do maligno.

Cerco de Jericó - quartas-feiras, às 20h

“PARA QUE AO NOME DE JESUS SE DOBRE TODO JOELHO NO CÉU, NA TERRA E NOS INFERNOS” (FL 2,10)

08/05 - Edson Oliveira (Coordenador Estadual do Ministério de Pregação da RCC) 15/05 - Dulce Maria (Coordenadora da RCC Curitiba)

22/05 - Francis Kravicz (Ministra de Música RCC Curitiba - Serva no GO N. Sra. Auxiliadora) 29/05 - Ricardo Santana (Servo e pregador da RCC Curitiba e missionário) 05/06 - Padre Sandro Souza (Santuário da Divina Misericórdia)

12/06 - Wilson Bronzi (Vice-coordenador da RCC Curitiba) 19/06 - Jose Milton (Coordenador do Ministério de Pregação - RCC Curitiba)


PARÓQUIA SÃO JOSÉ E SANTA FELICIDADE

Missionários Scalabrinianos - Arquidiocese de Curitiba

 

Telefone/WhatsApp: 41 3372 1417

paroquiasantafelicidade@mitradecuritiba.org.br

Av. Manoel Ribas, 6252 - Santa Felicidade, Curitiba, PR

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2020 Paróquia São José e Santa Felicidade - Todos os direitos reservados

Desenvolvido pela Pastoral da Comunicação