Pastoral do Dízimo

HISTÓRICO

O dízimo na Paróquia São José e Santa Felicidade teve início na gestão do Pe Maximiliano por volta do ano de 1950. O fato pitoresco era que naquela época na casa dos dizimistas havia uma pequena placa de identificação, para que o cobrador pudesse receber o dízimo. Posteriormente foram introduzidos carnês, e o dízimo era cobrado durante as missas por integrantes da pastoral.

Atualmente os dizimistas recebem 12 envelopes correspondentes aos 12 meses do ano. Nos envelopes é colocada a quantia a ser ofertada e depositada nas urnas dentro da Igreja ou na sacolinha na hora do ofertório. Muitos dizimistas pagam o dízimo na secretaria paroquial.

 

COORDENAÇÃO

A Pastoral do Dízimo é composta por um coordenador e vários colaboradores que auxiliam na cobrança e entrega dos envelopes.

 

ATUAÇÃO

Atualmente a Paróquia recebe o dízimo de mais ou menos 800 paroquianos durante o ano todo. Não existe quantia estipulada, cada dizimista oferta quanto quer, de acordo com suas possibilidades. O dízimo recebido segue três dimensões: SOCIAL, MISSIONÁRIA e RELIGIOSA. O leque de finalidades do dízimo é grande: colabora com os necessitados, auxilia os seminários e missionários, mantém as despesas com funcionários, luz, água, telefone, veículos, etc.

 

POR QUE DEVO SER DIZIMISTA?

Porque sou filho de Deus.

Dízimo é sinal de obediência.

 

COMO SER DIZIMISTA?

Procure a Secretaria Paroquial.

PARÓQUIA SÃO JOSÉ E SANTA FELICIDADE

Missionários Scalabrinianos - Arquidiocese de Curitiba

 

Telefone/WhatsApp: 41 3372 1417

paroquiasantafelicidade@mitradecuritiba.org.br

Av. Manoel Ribas, 6252 - Santa Felicidade, Curitiba, PR

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2020 Paróquia São José e Santa Felicidade - Todos os direitos reservados

Desenvolvido pela Pastoral da Comunicação